kontrol_room
Novas imagens na rede
está no ar a página BKPS do Flickr com fotos variadas
http://www.flickr.com/photos/bkps/

e também uma galeria no site da BIENALB
http://www.bienalb.org/index.php?option=com_content&task=view&id=110&Itemid=27
quando
"tenho medo do que fiz quando não era eu"
MULTIPLEX no GOETHE
o evento do ano em arte eletrônica e experimental
edição especial coletivo IN_VERSOR
programação intensa de shows, performances e exposições
mostra inédita de 10 anos de video e cinema de vanguarda na alemanha - únicas apresentações

BARRACO
confirmem presença e prestigiem
?¿

vesti roupa no avesso
instinto simétrico
do avesso q tinha por dentro
IN_VERSOR
IN_VERSOR é remix de personalidades, propulsão de ideias para o espaço físico e virtual.
Radar de tendências e materialização de desejos.
É indivíduo, é coletivo, é único.
Nonsense programado, planejamento espontâneo.
Versão é diálogo entre tradução e traição.
CON_VERSÃO / SUB_VERSÃO / PER_VERSÃO.
Anarquia absoluta (espaço pra tudo), desde que registrado em ata com duas vias e cópias rubricadas.
Desenho, texto, objetos, tinta, tecnologia, fetiches, musica, vídeo, moda, estilos, comportamento, personagens, rua, internet.
Não é um grupo, mas um compromisso com a urgência imediata de fazer, desfazer e refazer.
(va ao blog pelos fizzylinks - http://inversorblog.blogspot.com/)
SHE´S SO FAKE INVADE AS PISTAS

Shes´s so Fake é pra dançar, porque o cérebro não foi só feito pra pensar, mas pra também pra rebolar.
E já está com duas músicas na Trama Virtual.
(vá até o site da banda pelos fizzylinks)
colagem de Claudia Barbisan
PESSOA
Sobre todas as coisas,
não me arrependo do que fui
porque ainda o sou.
Só essa liberdade nos concedem os Deuses,
submetermo-nos ao seu domínio
por vontade nossa.
Mas vale assim fazermos
porque só na busca da liberdade
a liberdade EXISTE.
 
(minha idéia fixa: o poema de Fernando Pessoa que
descobri na última viagem ao Rio de Janeiro em 27/05/2006)
escorzo
AINDA DE SP

A mulher que não era BB
Bedtime Story
Today is the last day that I'm using words
They've gone out, lost their meaning
Don't function anymore

Traveling, leaving logic and reason
Traveling, to the arms of unconsciousness
Let's get unconscious honey
Let's get unconscious

Words are useless, especically sentences
They don't stand for anything
How could they explain how I feel

Traveling, traveling, I'm traveling
Traveling, traveling, leaving logic and reason
Traveling, traveling, I'm gonna relax
Traveling, traveling, in the arms of unconsciousness

And inside we're all still wet
Longing and yearning
How can I explain how I feel?

And all that you've ever learned
Try to forget
I'll never explain again.

- Hooper, Bjork, and Marius DeVries
SP-SP
somos assim por dentro
primeiro vem o verde, cor da bilis, sumo de raiva destilada
só depois aparece o vermelho.



[ ver mensagens anteriores ]
Visitante número: